Dúvidas Frequentes

Enviar


Dentição

A higiene da boca do cão pode ser feita através de escovação. Existem escovas e pastas dentais para cães. A escovação deve ser feita 2 a 3 vezes por semana, no mínimo. Embora seja o método ideal, nem todos os cães aceitam e muitos donos não conseguem manter a frequência de escovação. A escova também pode ser substituída por um chumaço de algodão esfregado nos dentes do animal.

Ração comercial costuma dar mais tártaro que alimento caseiro?

Não é verdade. O que provoca o surgimento do cálculo dental é a placa bacteriana que se forma quando não há escovação e independe do tipo de alimento oferecido. Quando o animal mastiga o alimento, existe uma "raspagem" natural, que ajuda a remover parte da placa bacteriana. Quanto mais duro é o alimento, há maior atrito, e conseqüentemente, maior "raspagem" nos dentes. É por isso que animais que roem ossos tendem a acumular menos cálculo. Nada substitui, porém, a escovação dental diária.

É verdade que devo escovar os dentes dos meus animais? Com que freqüência?

É verdade. A escovação remove restos de comida que ficam na boca e, principalmente, a placa bacteriana que está aderida aos dentes. Esta placa bacteriana, se não for removida através da escovação, pode causar danos ao periodonto do seu pet, provocando mau hálito, gengivite e periodontite, e serve como base para a formação do tártaro. A escovação deve ser feita diariamente ou pelo menos quatro vezes por semana. Aliado a isto, pelo menos uma visita anual ao médico veterinário especialista é recomendada.

Os dentes do meu pet estão muito sujos. O que devo fazer?

Sujeira nos dentes pode ser acúmulo de "tártaro", também chamado de cálculo dental. O cálculo nada mais é que placa bacteriana mineralizada que deixa os dentes com aspecto sujo, escurecidos (placas amarronzadas, amareladas, esverdeadas ou até mesmo enegrecidas). Neste ponto, é altamente indicado um tratamento periodontal.

Copyright 2011 - 2017, Solarweb Todos os direitos reservados. Solarweb Tecnologia Digital